Histórico

Travessia de Balsa (1930)
Travessia de Balsa (1930)

   Da necessidade de se ter um local apropriado para a passagem de cavaleiros e carreteiros, meios de transporte da época, face ao intercâmbio comercial entre as regiões das Missões e da Fronteira escolheu-se uma localidade como sendo a mais adequada, chamada de Passo Novo do Ibicui. O povoado conservou este nome até a criação da vila, chamada de Manoel Viana em homenagem aos serviços prestados pelo Intendente Manoel Viana no período de 1908 a 1916.
A primeira residência lá construída foi de Inácio Cortes da Silva, seguida de Dorico Marques, Madalena Camargo Saldanha e Mario Brites, entre outros. O povoado tinha poucas famílias até meados de 1945, quando teve início a construção da ponte General Osório sobre o Rio Ibicui.

Coronel Manoel Viana
Coronel Manoel Viana

   Inaugurada em 1950, esta representa um passo decisivo para o desenvolvimento desta localidade, por ser um elo de ligação rodoviário de vários municípios, desencadeando um considerável crescimento da população. O local era favorecido pelas excelentes condições geográficas, com solos férteis banhados por grandes bacias hidrográficas como Ibicui, Itu, Miracatu, Piraju e Taquari.
A partir de então começam a se estabelecer no local agricultores, pecuaristas, comerciantes, além de se instalarem indústrias, tornando a região cada vez mais desenvolvida.
O Rio Ibicui desempenha função econômica fundamental para Manoel Viana e para os outros municípios por ele banhados.

Construção da Ponte General Osório
Construção da Ponte General Osório

   Suas águas são canalizadas para a agricultura, com destaque para a lavoura arrozeira. O município usufrui deste rio também para a pecuária, para as atividades de pesca e extração de areia, garantindo trabalho à um grande número de pessoas.

   Este rio também é conhecido como “Rio das Peleias”- metáfora que o poeta Guilherme Schultz Filho utilizou para batizar o rio, por causa da série de episódios bélicos ali desenrolados ao longo dos séculos da formação da história gaúcha. Entre os cursos do Rio Ibicui e Ibirapuitã viviam os índios Minuanos. Do seu canto teve origem o termo “Gaúcho”, que significa “Gau”- cantar triste, e “quinchua Che” gente. Manoel Viana é hoje um município muito próspero, graças a fertilidade e a capacidade hídrica de seus solos, destacando-se as culturas anuais do arroz, da soja, do milho, do sorgo e do trigo, sendo a pecuária também bastante desenvolvida.